sábado, 2 de julho de 2011

Como se nada tivesse acontecido....





"Eu canto, beijo, danço, mas grito, revido, choro, encho teu ouvido, acho tuas feridas, piso nos teus calos, eu boto para cima quem me quer bem, mas boto no chão, tenho como morto na minha vida aquele que é injusto, grosso e me causa mais feridas.


As minhas já me bastam, não me negative, não me mine com as tuas.


Ou me peça perdão, mas não venha no dia seguinte, como se nada tivesse acontecido, me estender a mão".





(Carolina Salcides)



15 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Muito lindo esse texto, parabéns.Lindo fim de semana, beijos.

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Um desabafo que, por vezes, temos vontade de fazer. Precisamos de quem nos ajude a levantar e não de quem passe a vida a derrubar-nos! Bjs

mfc disse...

Um texto firme e lúcido!

Emília, disse...

Oi Lena!!
Depois de 45 dias correndo de um médico para outro,só consegui colocar os pés no chão depois do resultado da biósia,cujo resultado foi benigno.
Apesar de procurar não sofrer por antecipação a prática fica longe da teoria.
Ando um pouco afastada da net,pois tenho procurado fazer outras coisas e fica complicado deixar comentários nos blogs mais amigos.
Mas, não esqueço de ninguém....Hoje, resolvi entrar para deixar um abraço em cada um daqueles que gosto.
Um abraço grande e tudo de bom!!
Emilinha

Jorge disse...

Que desabafo!!!!!

Um beijo!!!

Meire disse...

Precious Lenoca, o pior é que tem tanta gente assim na nossa vida, mas acabamos por nos afastar. Muitas vezes até perdoamos, mas é aquele lance "quero que vc seja feliz, mas bem longe de mim".

Eita que aqui tbm está faltando dois seguidores para estourarmos champanhe, caracaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!! (cinco iupis) hihi
Te love além das nuvens! ;)
bjs

ॐ Shirley ॐ disse...

Lena querida, voce não imagina o quanto foi bom ler essas suas considerações. Veio a calhar. Beijo grandão prá voce!

Carmem disse...

Urra!
Soltou o grito!
Maravilha. Amei.
É que há mesmo gente que parece nos querer ainda mais pra baixo que o chão!
E como diz tão bem: " as minhas já me bastam..." E como!

bjks amigas

Mara Melinni disse...

Lena!!!

Aqui estou...
Amanhã prometo postar, mas até lá, passo p/ captar boas energias e deixar o meu abraço p/ ti.

Te adoro, vc está sempre em minhas orações.

Bjs e um ótimo fim de semana!!!

Evanir disse...

Querida Amiga..
È um desabafo desses que estou com vontade de fazer faz algum tem.
Eu não posso ver alguém desabafando injustiça logo vem a minha mente algo que estou vivendo.
Já entreguei pra Deus a tal criatura
tenho certeza que ele cuidara disso.
Te gosto muito amada creia nisso .Um lindo Domingo beijos,Evanir.

Severa Cabral(escritora) disse...

No dia de hj aconteceram tantas coisas que estou chegando aqui nos primeiros raios da madrugada...mas uma vez me disseram que é melhor chegar atrazada no emprego do não ir...e guardei essa frase e vejo que é verdade.
Estou aqui para deixar um presente para ti;muita paz e prosperidade,que seu domingo seja espetacular...
Depois conversaremos sobre a origem do seu marido...
Bjs minha linda menina,toda faceira,rsrsrs...

Cris - CaFoFo online@ disse...

Como te disse no Amadeirado agorinha, eu aprendi a congelar essas pessoas, que sinceramente nenhuma me causa dor, e nem eu à elas, fica uma historinha neutra, insossa, ou seja, esquecida.

Abraco em forma de mil carinhos pro cê, miguxa do core :)

Luar disse...

Lena

Tenho andado a uma velocidade alucinante que nem tenho tido tempo de vir deixar o meu carinho.

Quanto ao texto de Carolina Salcides, é mesmo assim que devemos pensar!
Por vezes basta o pensamento que eu uso: Só vem a mim quem me merece! Tudo o resto a Fonte se encarrega de afastar!

Beijo com carinho

angela disse...

Vir como se nada tivesse acontecido é o cúmulo do pouco caso. Gostei.
beijos

Nanny Freire disse...

Ameei Lena.
Beeijos mil'