sexta-feira, 1 de julho de 2011

A gente é tanta gente...



 




“(...) E aprendi que se depende sempre de tanta, muita, diferente gente.


Toda pessoa sempre é as marcas das lições diárias de outras tantas pessoas.



E é tão bonito quando a gente entende que a gente é tanta gente onde quer que a gente vá.



É tão bonito quando a gente sente que nunca está sozinho por mais que pense que está. (...)”






(Luiz Gonzaga do Nascimento Júnior)




15 comentários:

Dé Mattos disse...

Não está mesmo.
A idéia da solidão é só carência, porque o coração nunca está só. Carregamos gente demais naquilo que somos, fazemos, pensamos, nos transformamos.

E eu te carrego comigo agora Lena!
Um beijo de boa noite pra essa lindona que gosto tanto!

Meire disse...

Segue cantando comigo Compotinha: "É tão bonito quando a gente pisa firme nessas linhas que estão nas palmas de nossas mãos. É tão bonito quando a gente vai à vida nos caminhos onde bate, bem mais forte o coração." Amiga mais doce agora vou dormir cantando rsrs Num é hora de comentar, mas a hora que vi esse post com essa música divina! ah! chego a suspirar ao som dela, vice?!!!! Acho que a gente é um montão de corações andando por aí, nunquinha sozinhos quando se tem com quem contar ;)

*Ah e pensa se seu comment de hj num vai ali para a página "Carinhos" do Crystal, pensaaaaaaaaaaaa!!!!!!

You're so sweet, God bless you always! Ich liebe dich sehr!!!!

Arnoldo Pimentel disse...

Lindas e verdadeiras palavras.Beijos

Bloguinho da Zizi disse...

Sempre há um pedacinho do outro em nós e um pedacinho de nós no outro, por isso é tão bonito quando a gente entende que a gente é tanta gente onde quer que a gente vá.

Lindo Lena.
beijinhos

✿ chica disse...

Estamos sempre bem acompanhados.Lindo isso! beijos,ótimo dia,chica

Célia Gil, narciso silvestre disse...

É mesmo muito reconfortante sabermos que nunca estamos sozinhos e que em nós há muitos eus diferentes que se coadunam e completam! Bjs e bom fim de semana!

mfc disse...

E quando estamos sós no meio da multidão?!

Paty Michele disse...

Gonzaguinha partiu cedo, mas nos deixou lições preciosas, como esssa.

Um bjo Lena, adoro seu blog!

Cris - CaFoFo online@ disse...

Com boas ou más histórias, mas estamos sempre acompanhadas, né compotinha? Histórias lindas, outras nem tanto, mas que sempre ensinam, em bastante circunstância.

Miga, tô numa preguiça hoje... chega logo sábado hehe

Achei, digamos, bem forte, teu último coment no Style, adorei! E cê me conhece sim, até me deu a descricao um dia, que acho nem psicólogo daria, porque a sincronicidade existe.

Miga, quem tá hoje disfarçando no computer sou eu hehe tu é hilária! Ti love!!

shan-Tinha disse...

somos todos um numa eterna colheita do bom e do belo!
bjinho!

mery disse...

"Nunca estamos sozinhos", eu tenho dúvidas, me sinto só.
beijos

Severa Cabral(escritora) disse...

Gonzaguinha partiu mas deixou sua luz a nos iluminar...nossa vida e nosso coração...
Somos tanta gente neste universo que nos cruzamos para formar essa corrente que não se parte...
Bjs linda e amada do meu coração!

Pandora disse...

Gonzaguinha é simplesmente genial!!! É tão bonito encontrar pessoas que sabem multiplicar poesia!!!

Severa Cabral(escritora) disse...

Estava sentindo falta de ti lá no meu cantinho,rsrsrsrsrs,mas indo lá agora senti que não posso ficar triste,que vc uma hora vai aparecer...
Bjs para aquecer tua noite de inverno!

angela disse...

Gonzaquinha tão brilhante que o ceu o chamou logo para brilhar por lá.
beijo