quinta-feira, 14 de março de 2013

Aquilo que chamamos vida








"A receita é infalível: ocupe-se com que lhe causa encantamento. E tudo a que chamamos de "problemas" fica pequeno, perto do fascínio daquilo que chamamos de vida."


 
(Mel Costa)



 

quarta-feira, 13 de março de 2013

Amar e criar laços







“Que a gente siga encantando aqueles que sabem criar laços.
 

Que a gente siga se encantando só com aqueles que realmente sabem amar.”


  (Luzia Trindade)

terça-feira, 12 de março de 2013

Sem medo de ser






“Sou amiga daquilo que é verdadeiro. Acho lindo quem assume o que é. Sem máscaras. Acho lindo quem consegue sair na rua sem medo de SER."

(Aline Teles)





 

segunda-feira, 11 de março de 2013

Coisas que a vida ensina...







"Não entrar na dança da mediocridade. Do baixo astral. Das más vibrações. Ficar em silêncio quando não tiver a capacidade de disparar doçuras e delicadezas por aí. 

Humildade e capacidade de reconhecer erros são qualidades que não se impõe a ninguém. 

São coisas que a vida ensina."

 
(Karla Tabalipa)



 

domingo, 10 de março de 2013

Colos que a vida nos dá











"A vida é tão maravilhosa porque também é feita de COLOS, de feridas que cicatrizam, de AMIGOS que celebram ou choram junto.Feita de pessoas apaixonadas e apaixonantes, possíveis e impossíveis, pessoas que machucam, pessoas que chegam pra CURAR."


 
(Marla de Queiroz)


 

sábado, 9 de março de 2013

O momento de dar o salto









“Se tivermos cuidado e sorte – sobretudo, talvez, sorte – quem sabe, dê certo? Não é fácil. Tampouco impossível. E se existe essa centelha quase palpável, essa esperança intensa que chamamos de amor, então não há nada mais sensato a fazer do que soltarmos as mãos dos trapézios, perdermos a frágil segurança de nossas solidões e nos enlaçarmos em pleno ar. Talvez nos esborrachemos. Talvez saiamos voando. Não temos como saber se vai dar certo – o verdadeiro encontro só se dá ao tirarmos os pés do chão –, mas a vida não tem nenhum sentido se não for para dar o salto”.



(Antônio Prata)