segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Engolindo borboletas

 




"De pura alegria, seu coração bateu tão depressa como se ele tivesse engolido muitas borboletas".






 
(Clarice Lispector)

10 comentários:

Tamires disse...

Assim nasce o amor: borboletas no estômago. rsrs
bj

http://varinhamagicaealgodaodoce.blogspot.com/

Melo disse...

Lindo. A ilustração melhor ainda. Bjs

manuel marques disse...

Já sinto comichão minha querida...

Beijo.

Célia Gil, narciso silvestre disse...

E que bom é continuar setindo borboletas no estômago quando estamos com pessoa que amamos! Bjs

Mara Ribeiro disse...

Ahhh esse coração quando resolve amar e ser feliz não tem jeito...se deixar voo para perto do outro.
Bjo no coração.

Célia disse...

Ah! Minhas borboletas... transtornam-me... Que sentimento bom!! Abraço, Célia.

mfc disse...

Que imagem literária tão linda!

Lilá(s) disse...

Adoro essa sensação...
bjs

Vivian disse...

Olá,Lena!!!

Ah!!!Pior que as vezes parece mesmo!!!!rsrsr
Linda escolha!
Beijos!!!

Silvia disse...

Oi, Lena
simples e lindo.
Bom final de semana.