quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Intensidade



 


"Eu sou lúcida na minha loucura, permanente na minha inconstância, inquieta na minha comodidade.

Amo mais do que posso e, por medo, sempre menos do que sou capaz...

Quando me entrego, me atiro e quando recuo não volto mais."




(Martha Medeiros)







10 comentários:

angela disse...

Sou meio assim também, as vezes gostaria de ser mais corajosa.
beijos

Bloguinho da Zizi disse...

Nossa
Essa sou eu!!!
Quem mandou ela me invadir assim????
rsrsrs

beijinhos Lena

mfc disse...

Amar... só se o pode fazer de uma forma decidida e inteira!

Jorge disse...

Não sei se é bom ser assim, tão intenso....mas cada um segue o próprio coração, não é mesmo?

Um beijo

Célia disse...

Em tantos contrastes... encontro-me em alguns!
Abraço, Célia.

Lilá(s) disse...

Terei alma gémea!!!
Bjs

LUCONI disse...

Pensamentos que se contradizem, ou é tudo ou nada, beijos Luconi

Mara Ribeiro disse...

Muito linda! Eu também me atiro de corpo e alma em tudo que faço e assim vou caminhando.
Bjo no coração.

Paty Michele disse...

Adoro Martha Medeiros. Estou terminando de ler Feliz Por Nada, uma coletânea de textos dela.

bjo, Lena

Meire Oliveira disse...

Essa Martha é demais mesmo!!!
Eu tbm me atiro e num sei ser diferente.

super beijok!