quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Dever de sonhar sempre






"Eu tenho uma espécie de dever, dever de sonhar, de sonhar sempre,
pois sendo mais do que um espetáculo de mim mesmo,
eu tenho que ter o melhor espetáculo que posso.





E, assim, me construo a ouro e sedas, em salas supostas, 
invento palco, cenário para viver o meu sonho
entre luzes brandas e músicas invisíveis..."





(Fernando Pessoa)






3 comentários:

Célia disse...

Entre tantas sábias maravilhas, Fernando Pessoa, deixou-nos esse pensamento:

"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos".

Portanto, ousar deve ser o nosso verbo! Abraço, Célia.

mfc disse...

Temos o dever de nos oferecermos o melhor... e nada mais bonito que o sonho em si!

Meire disse...

Uma das coisas mais gostosas nessa vida é poder sonhar com as coisas mais belas do mundo :) Pintar um céu lindo, ficar além das nuvens de nossas cabecinhas! É uma delícia, mas eu acho que de vez enquando a vida nos presenteia com momentos que são verdadeiros sonhos não sonhados que se realizam. Tem coisas que acontecem que não estavam no roteiro dos nossos sonhos, mas ali se encaixam direitinho!!!!
Que seus sonhos mais bonitos floresçam e te encham de encanto, Amo vc lindona! bjokitas miiiil.