domingo, 14 de agosto de 2011

Simplesmente meu pai!






"Certa vez conheci um homem.

Um homem diferente

Dos de sua época.

Evoluído.

Um homem com sua história

De felicidade e sofrimento

Um homem de sentimento!

Um homem consciente

Que se dava... Que se envolvia...

Tudo que era seu,

Naturalmente dividia...

Um homem que nasceu rico

E morreu pobre...

Um homem nobre!

Um homem sem preconceitos

Amigo de brancos e pretos

Respeitado e amado

Em qualquer classe social...

Um homem liberal!

Um dia percebi

Que no íntimo do seu ser

Guardava a nostalgia da perfeição...

Um homem de coração!

Um homem que não se deixou corroer

Pelo orgulho do poder

Um homem amigo... Leal...

Um homem total!

Um homem que não capitalizou

Em seu próprio benefício.

Até se negou a isso.

Em detrimento de outros homens

Para ele não havia

Mundo em construção

E sim ganância em evolução.

Um homem onde a justiça,

A bondade,

O amor

Transbordavam do seu interior

Com um brilho tão intenso,

Que se refletiam num espaço imenso.

Um homem que se foi

Mas deixou uma herança

Do tamanho da esperança,

O seu exemplo.

Este homem

A quem eu tanto devo

Está presente em todos

Os meus momentos.

Este homem

Que conheci tão de perto

E que partiu sem adeus,

Que me deixou tão cedo

Era simplesmente

Meu pai".



(Carmen Vervloet)



Pai,  te dedico esse texto que foi escrito por alguém que
parece que te conhecia profundamente. Quando escolhi esse texto,
senti até um arrepio... Na realidade, a sensação que tive era que eu é que havia escrito tudo isso pra você... 
Você foi tudinho isso que registro agora e assim o será, 
eternamente, nas minhas lembranças, mesmo você estando aí,
Além das Nuvens...
Pai, como é grande o meu amor por você!!!! 



 

10 comentários:

Van disse...

Emocionante, eterno, Lena

Um beijo!

MARILENE disse...

Os nossos pais, que nos olham de tão longe, sabem que não nos encontramos nesse mundo virtual em rara passagem. Eles confabulam e percebem que criamos algo especial, aqui. O meu deve estar conversando com o seu, ambos tendo ciência da importância que tiveram em nossas vidas. Que Deus os tenha em apertado abraço, hoje e sempre.

Bjs.

✿ chica disse...

Que lindo,Lena! Tocante mesmo!beijos,chica

CF disse...

Lena
Que poema tão lindo! Este teu Além Nuvens é o meu preferido...desculpa dizer isto, mas tu consegues ter dois blogues com criatividade e diferenças marcantes... Mas no Além Nuvens eu sinto que tenho mais margem para exprimir as minhas ideias..os pensamentos ou poemas que lanças abre caminhos nesse sentido e a minha mente vagueia mesmo além das núvens...e sabe tão bem!!!!
Parabéns amiga por teres um pai com toda essa essência humana. Ele está tão vivo em ti que é possível pensar nele a teu lado...até nos blogues.
bjs grandes

Bloguinho da Zizi disse...

Querida Lena
Gostaria de ter escrito esse texto e com certeza sinto exatamente o que vc sente e assino embaixo o teu sentimento.
O meu lá está, também além das nuvens.
O que sinto em minha vida foi não poder me despedir. 29 anos se passaram e, acho, que em breve o farei, não como queria, mas ainda assim, com todo o meu amor.
Beijinhos

Catia Bosso disse...

FELIZ DIA A TODOS ELES.....




BJS MEUS

E daí?? disse...

Texto bonito bem próprio para o dia de hoje.Eu não tenho mais o meu pai desde 1973, mas para os que tem e se for como esse do texto, realmente merece ser honrado todos os dias! beijinhos Lena

Mgomes - Santa Cruz disse...

Lena: Que linda Poesia uma coisa bela de se ler, adorei.
Beijos
Santa Cruz

Meire disse...

Estrelinha linda, tem muito do seu amado pai em ti e exatamente por isso que sei o quanto ele foi uma pessoa querida e especial. Vc é a coisa mais linda do mundo, minha segunda mamis e merece sim ser MUITO paparicada!!!

Te amo e vc nem imagina "como é grande o meu amor por vc" forever!!
:)
bjokitas na sua bochecha dourada.

Artes e escritas disse...

Uma bela homenagem ao seu pai, que por certo a vê, além das nuvens. Um abraço, Yayá.