terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Ai, quem me dera



"Ai quem me dera, terminasse a espera
E retornasse o canto simples e sem fim...
E ouvindo o canto se chorasse tanto
Que do mundo o pranto se estancasse enfim

Ai quem me dera percorrer estrelas
Ter nascido anjo e ver brotar a flor
Ai quem me dera uma manhã feliz
Ai quem me dera uma estação de amor

Ah! Se as pessoas se tornassem boas
E cantassem loas e tivessem paz
E pelas ruas se abraçassem nuas
E duas a duas fossem ser casais

Ai quem me dera ao som de madrigais
Ver todo mundo para sempre afins
E a liberdade nunca ser demais
E não haver mais solidão ruim

Ai quem me dera ouvir o nunca mais
Dizer que a vida vai ser sempre assim
E finda a espera ouvir na primavera
Alguém chamar por mim..."


                                          (Vinícius de Moraes)

2 comentários:

Maria José disse...

Lena querida. Amei o seu novo blog. A proposta é deliciosa, onde o mundo dos sonhos nos permite sair, temporariamente, da rotina diária, e voar para onde quisermos. O layout está lindo, assim como você. Beijos e obrigada por sua tão delicada amizade.

Lena Simões disse...

Oi, Mary Jo
Valeu, obrigada, amiga de todas as horas. Bjs.
Lena